quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Diretoria tumultua dia da Francana

Ao perceber que 'racharia' o time, clube decide pela permanência de jogador que havia sido dispensado
N. Fradique/DF
Apesar da boa campanha que a Francana vem realizando no Campeonato Paulista divisão A3 — o time está invicto com dois empates e uma derrota (SIC) [NOTA DO BLOG: A FRANCANA TEM 2 EMPATES E UMA VITÓRIA]— o dia de ontem no clube foi de muita turbulência com o anúncio da dispensa do atacante Milton, ainda pela manhã, o que gerou atrito entre o grupo de jogadores e a diretoria. Os atletas, em solidariedade ao companheiro, chegaram a cogitar uma paralisação ontem em protesto à saída do atacante. Mas no período da tarde, após a diretoria reconhecer o equívoco e que a atitude tomada sem motivos poderia atrapalhar a caminhada do time rumo ao acesso, voltou atrás da decisão e pediu para que o jogador permanecesse no clube.

O diretor de futebol Telmo Barbosa é quem negociava pessoalmente a saída de Milton dizendo que a questão da dispensa do atacante era unânime na diretoria do clube. Depois, alguns diretores rechaçaram a informação de Telmo afirmando que a decisão de rescindir o contrato do jogador não era de comum acordo no clube. Em primeiro instante, o diretor não soube explicar o motivo da dispensa do atacante. "Não é uma dispensa, é uma conversa. Milton também tem uma proposta de um outro clube", disse o diretor. A reportagem apurou que o Passense, de Passos-MG, teria interesse no jogador para a disputa do Módulo II do Campeonato Mineiro.

Milton, de 34 anos, é o artilheiro da Francana no campeonato com um gol, marcado no empate contra o Votoraty. Os outros jogadores da Veterana que marcaram gol na A3 até o momento foram o volante Lico (1) e o meia Elivélton (2).

Sem saber da decisão da diretoria, o técnico Wantuil Rodrigues precisou trabalhar ontem também como um psicólogo junto aos jogadores para que o assunto não abalasse o time, que vem bem no campeonato. "Milton é meu jogador titular e não aprovo sua dispensa. O grupo ficou muito chateado com a situação, mas apesar disso, os jogadores se mostraram profissionais e não fizeram nenhum tipo de greve ou paralisação", revelou o treinador, ontem à tarde, chateado com a confusão. Wantuil ainda acrescentou: "Milton não marcou na estréia contra a Barbarense, mas fez o gol contra o Votoraty e também foi bem contra a Santacruzense, dando assistência para os seus companheiros. Ninguém vai escalar meu time. Vai jogar quem merecer".

No final da tarde, após muita turbulência, o presidente da Francana, José Servino Braga informou que Milton permanece na Veterana. "A Passense queria o jogador, mas depois de muita conversa com os dirigentes daquela agremiação durante todo o dia, nada foi concretizado e Milton permanece na Francana", esclareceu Braga.

Fonte: Diário da Franca

2 comentários:

Rander & Rangel disse...

"o time está invicto com dois empates e uma derrota"

derrota? arruma ai

Tito Flávio Bellini disse...

Valeu colega...
Não tinha reparado.
A notícia foi escrita pelo Diário da Franca, mas fica o alerta.
Abraço